terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Uma demora que incomoda

Dois conjuntos de dados estão demorando para sair que irão mostrar a pedalada de final de ano feita pelo Tesouro com ajuda do BC do B:

a. A planilha com dados da execução financeira anual do Tesouro em 2015,

http://www.tesouro.fazenda.gov.br/modelo-artigo-politica-fiscal/-/asset_publisher/o9mRBdHXTRjK/content/resultado-do-tesouro-nacional

b. O Balanço anual do BC referente a 2015.

http://www.bcb.gov.br/?id=BALANCETE&ano=2015

Pelos dados disponíveis até agora, 2015 foi, após 2009, ano no qual o BC transferiu mais recursos para o Tesouro:



E o volume de títulos públicos na carteira do BC nunca esteve tão grande:


Monetização tupiniquim da dívida interna???

4 comentários:

  1. Dane-se esse banco central, esse dinheiro não rastreado, ou esses politicos corrúptos, essa imprensa incentivadora da corrupção, essa justiça confusa, essa igreja políticada, essa campanha contra o pt lula e Dilma. Governos sempre foram corruptos , mentirosos e covardes no mundo todo, sempre é útil para o interesse pessoal de políticos somente se preocupando com os outros unicamente pra se manter na liderança. Não são esses políticos que vão tirar a gente dessa fossa, são somente uma porção significativa das pessoas(não precisa ser a maioria) das pessoas individualmente ou em combinação voluntária com os outros pode tirar o Brasil desse buraco e cômico. Não precisamos dos políticos para conseguimos tocar com nossas próprias vidas, resolver nossos próprios problemas, de resolver nossa vida financeira, de recuperar a economia, se o governo é incapaz de fazer isso, podemos resolver nossos problemas por conta própria, ainda mais esses políticos só existe por nossa causa. O que faz o Brasil não é o Dinheiro, é o nosso trabalho, relacionamento com os clientes, o quanto a nossa terra produz, o quanto a gente se importa com s outros, o quanto a gente investe nos outros, o quanto a gente não desiste, o quanto a gente aprende e se especialisa, no quanto a gente acredita em boas colheitas, o quanto cada um pode contribuir para si e para os outros. Nunca se pergunte o que uma empresa pode contribuir pra você, mas o quanto você pode contribuir para a empresa. Eu estaria feliz com um decimo do que ganho, pois assim eu percebo que contribuir 10X mais do que ganhei, ao mesmo tempo que quero investir esses 1/10 e multiplicar com meu esforço 100x mais o valor desse ganho. Uma casa não é feita de dinheiro, mas de tijolos e cimentos feito pelo trabalho das pessoas, a comida não é feita de dinheiro, mas de agricultores e pecuaristas que processam os alimentos, uma escola não é peita de dinheiro, mas pelos pedreiros que a construíram, pelos madeireiros que fizeram as cadeiras e os papeis dos livros e das provas, pelos operários que construíram os computadores. Todo mundo contribui uns com os outros, ajuda uns com os outros, acredita uns nos outros, o dinheiro só são as rodinhas que segura a bicicleta da cooperação mundial baseado nas necessidades pessoais de cada individuo pessoal. Não precisamos do governo pra nos ajudar, só precisamos comfiar em si mesmos e cada uma dessas pessoas saírem sozinhas de seus problemas.

    ResponderExcluir
  2. A Dilma tem perseverança, coragem e e nervos de aço o suficiente pra suportar qualquer tipo de pressão política. O Aercio é um frangote e fracote que muito facilmente vai ceder a pressão de político como sempre aconteceu sempre mergulhando o Brasil numa bagunça e depressão ainda maior que já estar se transformando num perlamentarismo de araque. O Ciro Gomes é um dos únicos que tem capital político, articulação política, nervos de aço, coragem e determinação pra lidar com a presidência e adestrar de vez esses parlamentares.

    ResponderExcluir
  3. Na justiça o importante é ação, ação, ação, só agir, agir e agir, nunca use a justiça para atingir um objetivo, mas para continuar agindo, funcionando e operando sem parar, como uma fabrica diurna e noturna. Nunca pense em concluir e finalizar, só importa trabalhar e funcionar continuamente e eternamente pra tentar atingir o objetivo, não concluir o objetivo.

    ResponderExcluir
  4. No impeatman sou aliado fervoroso de Dilma pois sei que tem interesses pessoais de políticos nesse impeatman. Mas na cassação do mandato sou um rival duro e rigoroso da Dilma pois o que está sendo questionado é a validade do meu voto e de todos os brasileiros pra eleger um presidente. Se houve fraude nas eleições claro que ela deve ser tirada imediatamente. Eleger presidentes ruins faz parte de uma democracia, as pessoas devem ser maduras o suficientes para para lidar com isso ainda mais suportar essa presidente por 4 anos pode influenciar nas próximas eleições por resultados muito mais melhores. Mas na cassação é a legitimidade do voto é que esta em jogo, se houve fraude os votos, a presidente ão devia governar mesmo.

    ResponderExcluir